24/02/2011

MARAVILHAS DA GRECIA - PARTE 4 - Jamie Oliver - Jamie Does - Athens 4:4

Este eh o ultimo episodio da Serie de Tv produzida pelo Chef Ingles Jamie Oliver.
Jamie vem percorrendo varios paises em todo o mundo,mostrando com seu jeito muito especial, a cultura ,a gastronomia e o jeito de ser e viver das pessoas de cada pais.
A serie que mostra as belezas da Grecia termina com este episodio,onde J.Oliver, ainda  a bordo de um barco de pescadores ganha de presente de outro pescador, um maravilhoso exemplar de ATUM fresco.
E eh ali, na beira do mar, rodeado de ingredientes tipicamente gregos, que J.Oliver prepara o delicioso peixe.
Enjoy the Life....

Proximo destino: ITALIA.
Um abraco,
G.Lopes.


Greece is a beautiful place....

MARAVILHAS DA GRECIA - PARTE 3 - Jamie Oliver - Jamie Does - Athens 3:4

Estamos desta vez no terceiro episodio da  famosa serie de Tv do Chef Ingles Jamie Oliver.
Ele visitou  varios paises da europa incluindo a belissima Grecia....
Sempre seguindo os passos de Oliver, no mais rustico Greek Life Style,  nos encontramos desta vez em uma pequena fazenda ,onde um convidado especial  ensina como se faz um tradicional queijo grego  feito de puro leite de cabra.
Nao demora muito, Oliver sobe a bordo de  um barco de pescadores locais e ensina a fazer outro classico prato grego chamado KAKAVIA, uma sopa feita a  base de FRUTOS DO MAR, cozidos com a propria agua do mar!!
Sim, agua cristalina do mar Egeo!!
Fantastico. 




MARAVILHAS DA GRECIA -PARTE 1 - Jamie Oliver - Jamie Does - Athens 1:4


Hoje quero mostrar uma coisa muito bacana para os visitantes do meu Blog.

Jamie Oliver e um famoso Chef Ingles que esta rodando o mundo e produzindo uma belissima Serie de TV onde  mostra com muito profissionalismo e carisma, a diversidade , a cultura  e a gastronomia de cada Pais onde passa. 

Ele tambem esteve aqui em Atenas e Ilhas onde produziu 4 programas dinamicos maravilhosos  mostrando a gente, os costumes e as tradicoes do povo grego.

 

Tudo comeca no Mercado Publico, mais precisamente em Monastiraki , centro Historico de Atenas, onde e possivel encontrar carnes, peixes, frutos do mar, azeitonas, Azeite de Oliva extra-virgem ....tudo de primeira qualidade e otimo preco...

Depois,  Jamie Oliver vai a uma tipica Taverna Grega, onde aprende ''in loco'' como se faz uma verdadeira PITTA SOUVLAKI KALAMAKI, tradicional Kebab Grego. Delicioso!!!

Terminada a aula, que por sinal e divertidissima, o Chef vai a um outro lugar bastante frequentado pelos gregos: um Emporio de Ervas espetacular,onde e possivel encontrar ervas de todos os tipos, todas cultivadas na Ilha de Egina.

Pra finalizar de forma espetacular este episodio, eis que jamie Oliver,instala-se sobre uma das colinas de Atenas, com ao fundo o lindo cenario iluminado da Acropolis e ensina cuidadosamente, a fazer um SOUVLAKI KALAMAKI e um delicioso TZATZIKI,tipo de pasta feita com iogurte, alho,pepino ralado,azeite de oliva extra-virgem e Feta, queijo grego de leite de cabra.
Um espetaculo.

Aguardem os proximos episodios.
Divirtam-se............
Goreth Lopes.



https://www.youtube.com/watch?v=CUvdI9VkBIc
https://www.youtube.com/watch?v=CUvdI9VkBIc


https://www.youtube.com/watch?v=CUvdI9VkBI

22/02/2011

OBRIGADA, THANK YOU, GRAZIE, GRACIAS, EFKARISTO !!!

PUBLICAR A HISTORIA, OU PELO MENOS UM PERCURSO DA VIDA DE UMA PESSOA E ENTRAR E DEIXAR QUE OS OUTROS ENTREM NO SEU MUNDO, NA SUA ''PRIVACY'', NO SEU UNIVERSO MAIS INTIMO.
E E COM  MUITO PRAZER E ANTES DE TUDO COM MUITO RESPEITO QUE AGRADECO A TODOS QUE ESTAO ENVIANDO SUAS HISTORIAS DE AMOR, DE SONHOS REALIZADOS OU NAO, DE FELICIDADE, DECEPCAO, DE REALIZACAO OU FRUSTRACAO.
ESTOU REALMENTE MUITO CONTENTE COM A REPERCUSSAO DAS HISTORIAS,COM O INTERESSE DAS PESSOAS EM CONHECER UM POUCO DA REALIDADE DAQUELES QUE ACREDITARAM EM SEUS SONHOS E FORAM EM BUSCA DELES MUITAS VEZES BEM LONGE DE CASA.
BEIJO GRANDE,
GORETH LOPES.

21/02/2011

MITOS E VERDADES SOBRE VOLTAR PARA O BRASIL......



Meu blog tem como pretensao contar a vida de brasileiros e estrangeiros que vivem no exterior, mas nao pode  deixar de abordar assuntos relevantes que interessam a este publico como o BOOM economico que avanca no Brasil, afinal nao se fala  em outra coisa, basta ligar a TV ou a internet. 
Esta e uma otima noticia para os brasileiros que nao precisam mais ter como objetivo de vida emigar para ''garantir'' um emprego  ou uma melhor qualidade de vida. Para os que estao fora, resta discutir e analisar a situacao e pensar sobre um possivel retorno ao pais.
No entanto, toda mudanca tem um preco e e necessario saber se todos estao dispostos a pagar.
Voltar para o Brasil a partir de agora, envolve varios fatores, entre eles a qualidade de vida e o que isto significa para quem ja esta fora.
Se qualidade de vida para quem pensa em voltar e ficar perto da familia por exemplo, entao a re-adaptacao pode ser de praticamente 100 por cento. Mas, para quem conhece a realidade de se viver fora, chegar no Brasl hoje, significa ter um grande impacto no que diz respeito ao custo de vida.
Segundo dados da Coordenadoria de Indices de Precos o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatisticas - IBGE, a tendencia da inflacao e continuar crescendo em relacao a alimentos.
Artigos como roupas, sapatos e eletronicos tambem nao ficam de fora e sao considerados infinitamente mais caros no Brasil. Seguranca,transporte,moradia, salarios e lazer tambem pesam.
Quem sai de uma realidade onde por exemplo as criancas estudam em escolas publicas de boa qualidade e a saude tambem fica por conta do governo, pode levar um susto ao ter que  matricular os filhos em escolas particulares que podem passar dos Mil Reais e ter ainda que pagar um plano de saude privado para toda a familia!
O importante para quem pensa em voltar para o Brasil e fazer um planejamento e analisar os pros e contras.
Nao comparar estilos de vida e ter paciencia e fundamental.

Por favor clique no link e ouca a entrevista.
Texto:Goreth Lopes
Video:Uol,economia.



video


15/02/2011

MONICA PROENCA - VANCOUVER,CANADA- Talento Brasileiro na Danca Contemporanea...

Monica Proença

Essa "cariocandanga" de 38 anos, como ela mesmo se define  é exemplo de uma história de sucesso  e esforco por amor a Danca.
Nascida no Rio de Janeiro,criada em Brasilia.
Mora em Vancouver,Canada.E cidada do mundo!
Na verdade, sempre quis ser atriz!!!

Monica Proenca
" Visto que sempre fui uma garota ''serelepe'', minha mãe me levou a uma academia e me interessei pelas aulas de jazz,afinal balé clássico não combinava com minha personalidade", lembra.
A  primeira experiencia de Monica no exterior,comeca com uma conversa.
''Quando tinha 16 anos , cheguei em casa com uma novidade. Uma amiga do ballet iria fazer intercambio na California, achei aquilo o maximo! Contei imediatamente para minha mae, que e uma mae maravilhosa e capaz de tudo para realizar os meus sonhos. Vendo a minha euforia,  preguntou se eu tambem queria ir. Ela nem tinha dinheiro , e as condicoes eram bem dificeis, mas o fato de ter uma oportunidade de estudar no exterior ja era o suficiente para ela querer me mandar. Mamae fez de tudo e conseguimos o minimo necessario para a minha viagem''.  Ok, chego em San Francisco,California, e vou para a “San Francisco School of the Arts” uma escola do ensino medio voltada para as artes. Estudava materias curriculares pela manha e a tarde, materias extras-curriculares que incluiam a danca. Amei a experiencia. Me trouxe muito conhecimento e a  clara ideia do que eu viria a fazer como  profissao para o resto da minha vida!!!''
Monica Proenca

Mas de volta ao Brasil , Monica percebe rapido que apesar do excelente nivel  profissional dos formadores de danca  no Brasil , sera dificil viver dela como profissao. Mesmo assim continua a fazer aulas e a participar de  concursos nacionais e internacionais. Neste meio tempo sai de Brasilia e vai para o Rio de Janeiro.
Um ano depois, bem preparada fisicamente, Monica ganha no  2 Seminario Internacional  de Danca de Brasilia, medalha de ouro e bolsa de estudo na Alemanha, mas desiste por nao ter como se manter.
Aos 25 anos, Monica ganha  uma nova bolsa, uma nova oportunidade na Companhia de Danca  Deeply Routed, de Chicago, onde fica por dois anos.
Quando retorna ao Brasil, Monica se prepara para mais uma experiencia, mas desta vez em Vancouver, no Canada. Tantos anos fora por um ideal, mas o coracao sempre  verde e amarelo.

''Ja se passaram 12 anos desde a primeira aventura e ainda nao voltei para morar no meu amado Brasil. Depois de Chicago surgiu a oportunidade de morar no Canada e ja sao 10 anos.''  Falar do Canada como pais eh falar de sua estrutura, de educacao, seguranca, saude publica... eh falar de um pais civilizado, onde as pessoas sao educadas, conhecedoras de seus direitos como cidadao, conscientes de seus deveres e de suas obrigacoes. Uma sociedade amante das artes e que investe e respeita o artista.''

Monica lembra que apesar de ser um pais de oportunidades,a vida em outro pais e tao dificil como no Brasil.'' A vida de artista no exterior e tao dura quanto no Brasil, artisticamente falando , pois aqui nos temos que trabalhar o dobro para provar o porque merecemos uma oportunidade. Nao e uma vida facil e sem problemas, como podem pensar alguns brasileiros.Muitos imaginam que a vida no exterior e uma vida maravilhosa e sem problemas so por estar em um pais de primeiro mundo''. A vantagem daqui por exemplo , e que como se trata de um pais  com baixa densidade demografica em relacao ao Brasil, a distribuicao de renda e inteligentemente distribuida, o que faz com que haja maior oferta e oportunidades de trabalho.
Mas mesmo sendo um pais que da oportunidades e investe, com a crise mundial, os financiamentos para Arte e Cultura diminuiram. E numa situacao como esta, a grande vantagem de ser brasileira e saber improvisar  e principalmente na minha profissao ser criativa''.

''Hoje, depois de mais de 7 anos de trabalho e com muito orgulho, divido a direcao da LAMONDANCE  com minha amiga canadense Lara Barclay  e com meu amigo brasileiro Davi Rodrigues.
Ter minha Cia de Danca  e um projeto novo e inovador que esta  a caminho. Mas no momento, somos um curso profissionalizante em formato de Companhia de Danca.
O objetivo e transformar a estrutura ja criada e uma cia profissional, afinal material humano ja temos''.
A Companhia e composta por bailarinos brasileiros e canadenses. Os espetaculos acontecem em ambos os paises e este ano se prepara para estrear na Alemanha.
Para Monica, os pros em morar fora sao a estabilidade e a seguranca.
Os contras  sao inumeros. '' Sou muito ligada a familia e viver longe de tudo e todos pesa e pesa muito''. Monica tem uma filha, Mila de 4 anos, que tambem mora no Canada. 
Sinto muito a falta do calor humano do brasileiro, o clima do pais e minha gente.
Amo minha gente. 
Se faria tudo de novo ? Sim , mas gostaria de ter tido a oportunidade de conseguir realizar tudo isso na minha casa, na minha terra, Brasil!!!!

Video:Moment in Time
Coreografia :Monica Proenca




Video: You, Me and Them
Lamondance


10/02/2011

ESPERANZA PACHOU - ATENAS - GRECIA - Na Terra dos ''Deuses'', o Amor fala mais alto....


 
Esperanza Pachou

 Meu nome é Esperanza, sou brasileira mas moro em Atenas, Grécia há 29 anos...
Como o tempo passa rápido!
Era o ano de 1979, eu tinha nessa época 16 anos e estava passando um ano na Europa, aprendendo línguas no Institut Le Mesnil em Montreux na Suiça.
Nas férias da escola meus pais vieram do Brasil me ver e fizemos um cruzeiros pelas ilhas gregas.
Nesse cruzeiro conheci Tassos que estava fazendo seu estágio da escola de hotelaria de Glion. Eu já tinha em mente fazer esta mesma escola. Conhecia gente que estudava lá.
Foi paixão a primeira vista!              
Eu tinha que voltar para o Brasil para terminar o colégio. Namoramos 2 anos e meio e naquela época não tinha internet eram cartas, telefonemas. Nos encontramos uma vez na Espanha,duas vezes no Brasil e uma na Grécia.
Depois de terminar o segundo grau quis fazer a mesma escola de hotelaria que ele tinha feito mas como terminamos no Brasil o ano escolar em dezembro e na Suiça só começa em agosto, nos casamos para estarmos juntos.
Acho que ninguém entendeu muito aquilo, eu ainda ia fazer 19 anos e queria estudar hotelaria mas no fundo sabia que não íamos mais aguentar ficar separados, não havia mais o motivo da escola, eu queria estar com ele e naquela época a unica maneira era de se casar.
Nos casamos em fevereiro de 82, em pleno Carnaval e fui morar com ele em Atenas na casa de seus pais. Me inscrevi em um curso de grego para estrangeiros, falávamos em francês juntos, mas a família dele só falava grego...Em agosto acabou a lua de mel!
Fui fazer o tal curso de hotelaria na Suiça , 9 meses de teoria e 6 de prática, onde finalmente terminei sendo uma excessão pois normalmente todos tem que fazer 3 meses obrigatórios de prática em um hotel na Suiça, mas eu porque era casada fiz os seis aqui no Hotel Intercontinental. Lembro que cheguei a chorar pedindo ao responsável dos estágios! E ele dizia que não era possível...

Esperanza e Tassos

Até então o lado profissional era importantíssimo, eu queria ser independente mas nossos horários eram contrários. Eu trabalhava de manhã até a tarde e ele de tarde até a noite! A família dele tinha uma cafeteria que ficava aberta até tarde da noite e ele é quem ficava nesse horário! Depois de dois anos e meio de namoro longe um do outro, nove meses de estudos já casados mas de novo longe,seis meses de estágio onde os horários eram diferentes e não nos encontrávamos, terminei optanto por trabalhar com ele, só para estarmos juntos.Agora vejo que ninguém tem tudo na vida! Meu lado profissional é meio frustrado, mas por outro lado eu estive muito presente como mãe para os meus três filhos. Quem sabe esse lado profissional ainda venha por aí...
O primeiro filho nasceu em 1985, eu tinha na época 22 anos, o segundo 2 anos depois e a pequena depois de seis anos, eu já tinha 30 anos. Participei intensamente da vida deles,escola, festinhas,esportes...Eu realmente vivi essa fase de mãe e fui muito feliz em fazê-lo.
Quanto ao lado profissional ,"ajudava" muitas vezes no negócio da família. Não é facil trabalhar com o marido pior ainda em uma empresa familiar... O fato é que não posso dizer que estou satisfeita nesse setor da minha vida. Morar fora muitas vezes tem isso, a gente não pode contar com o esquema brasileiro de empregada.O lado profissional é geralmente sacrificado pelo maternal.
Mas para casos como o meu, que vim tão jovem, é como ter dois países. Eu adoro a Grécia. O clima, a comida,a paisagem,as pessoas, a língua. Acho que já virei meio grega se bem que nunca vou deixar de ser brasileira. Já passei por fases péssimas de chorar sem poder parar e de me sentir com sentimento de culpa por estar assim tão deprimida. Eu me dizia"Voce tem três filhos com saúde e fica chorando desse jeito...Qual é a sua?" Mas vivia me perguntando: O que é que voce está fazendo aqui?" A pior época é Natal, Ano novo, Aniversários. O que me ajudou muito nessas fases foi a nossa M.P.B.. Nossa linda e maravilhosa Musica Popular Brasileira. Comecei a fazer amizade com pessoas que trabalhavam em uma rádio aqui, fazia cópias de c.d. e dava para eles, telefonava sempre para a rádio pedindo música brasileira. Ainda faço!
É diferente de se escutar uma música sozinha, assim a gente está compartilhando algo nosso com eles e isso nos faz bem, a nós, os "exilados"!

Em Atenas, Esperanza e a familia reunida
 Estamos dando testemunha da nossa presença aqui, nesse fim de mundo! Mostrando o que temos de melhor, nossa música! Nos identificamos com ela e isso nos dá alegria, um sentimento de valor, sei lá... Isso é uma coisa que me faz falta aqui. Eu não gosto muito da música grega.
Me faz falta os shows maravilhosos que temos, escutar música velha e nova mas sempre brasileira nas rádios, o tempo todo!
Tenho amigos gregos mas também brasileiros. Acho muito importante esse equilíbrio,nunca é bom ficar morando em um outro país mas só
tendo contato com brasileiros, mas o contrário pode ser tambem um horror, ou seja depois de alguns anos esquecer da nossa própria língua...
Já vi gente assim aqui.
Não consegue terminar uma frase em portugues, coloca sempre palavras gregas no meio.
O que seria o ideal para mim? Ir mais vezes ao Brasil, pois se eu não for lá não estou bem aqui ...
Se for algum dia para morar de vez,espero que o marido e os filhos não reclamem, não aguentaria cara feia deles, achando tudo ruim...
Mas o que gostaria mesmo é impossível...Que não fosse tão cara, longe e cansativa a viagem para lá! Eu preciso pegar 3 aviões, são mais de 20 horas viajando e sempre fica caro as passagens pois somos cinco pessoas. Se colocarmos em um papel o dinheiro que gastamos em bilhetes de avião durante todos esses anos só para ver a família e matar as saudades, é uma fortuna, e é claro deixamos de conhecer lugares novos . Mas eu não me arrependo de nada, vejo meus filhos e tudo que fiz faria de novo, para tê-los exatamente como são, gregos-brasileiros, com o temperamento e a mentalidade daqui e de lá, com a beleza e o jeito de ser dessa mistura fina. O casamento tanto aqui como lá passaria por fases difíceis.Acho até que os casais que são de diferentes nacionalidades são mais cuidadosos, sabem da loucura que seria uma separação pois haveria uma grande possibilidade dos filhos perderem a presença de um dos dois,enquanto que se os dois são do mesmo lugar mesmo separando estão na mesma cidade. Existe lógico o problema da língua, mesmo a gente falando nunca chegaremos a falar perfeitamente, e escrever pior ainda, pelo menos em grego! Nos sentimos muitas vezes mal por não podermos nos expressar como queríamos, por não ter um vocabulário tão rico, principalmente quando temos filhos na escola, redacão de uma criança que tem pais de diferentes nacionalidades nunca é tão boa quanto a de um que os pais são da mesma, por outro lado, uma criança bilingue tem a capacidade de aprender outras línguas mais facilmente. Mas o importante mesmo é nossa mente está aberta para compreender as pessoas seja qual for a nacionalidade.
Acredito que a gente cresça espiritualmente morando fora, a solidão, o desconsolo, o sofrimento, a saudade, tudo isso faz com que a gente veja um outro lado da moeda, tudo tem um custo. Agora eu quero contar algo que me passou não faz muito tempo... Meu filho mais velho de 25 anos passou 3 meses na Nova Zelandia e estava adorando, eu morri de medo dele querer ficar morando lá! É muito longe!!!
Meu pai disse para minha mãe quando eu me casei : "Daqui a dois anos ela está de volta"
Agora em março estou completando 29 anos aqui!


09/02/2011

ANDREA BRAGA - FLAMENCO EM SEVILHA,ESPANHA.

A paixao e a curiosidade em conhecer mais profundamente a Cultura Flamenca, leva a Artista Plastica Andrea Braga, a viver uma temporada em Sevilha, na Espanha.


Andrea Braga pinta durante a Exposicao Bailaoras
 

















INQUIETA!!
Essa mineira criada em Brasilia, 38 anos e uma filha de 11, pode ser definida entre inumeras coisas como uma pessoa inquieta, anti-conformista. Pode ser comparada tambem a um furacao.. Um furacao de ideias!!
Fantasia    e criatividade definitivamente nao faltam a essa leonina. Andrea estudou linguas, publicidade, arquitetura, fez um  master em Marketing e muito mais...
Esta sempre em movimento, em busca de novidades e informacao.
O primeiro contato de Andrea com outro pais, comeca la tras, em 1992, aos 17 anos, quando atraves de um intercambio cultural, participa de um ''Summer Camp'', no Texas, EUA. Ali, mesmo por uma breve estada, o mundo comeca a se abrir para ela. .........
De volta ao Brasil, cheia de novidades, comeca de cara  duas faculdades.
Comunicacao, que seguramente a ajuda a expor suas ideias e  Arquitetura, que lhe dara a possibilidade de conhecer novas tecnicas no processo de criacao.
Mas nao bastasse todas essas formas de comunicacao adotadas por Andrea, eis que aparece a Danca Flamenca na sua vida.
Andrea e uma artista completa nao se pode negar e por isso necessita conhecer a fundo todas as formas de expressao. Para que mais este sonho se concretize, em 2002, dez anos depois da primeira experiencia no exterior, Andrea decide partir para SEVILHA, regiao de Andaluzia, sudoeste da Peninsula Iberica, berco da cultura Flamenca, onde fica uma temporada de 3 meses.
Nesse periodo de estudo e conhecimento Andrea conta que viajou tambem para Barcelona, Cadiz, Arcos de la Frontiera, Granada, Toledo e Malaga. Um verdadeiro ''tour'' pela Espanha.
Segunda ela, a viagem '' foi uma oportunidade incrivel para entender melhor o vocabulario flamenco, acompanhar o que ha de mais contemporaneo nas artes plasticas e na danca ''.
Leveza e movimento  
Andrea conta que organizar a viagem e partir foi uma verdadeiro desespero, ja que na epoca, a filha Anita havia apenas 4 anos e em casa,  a noticia  de mais uma ''aventura''  foi recebida com muuuuuuita ''surpresa''. Andrea ironiza dizendo que para pagar a viagem teve que ir a menos shows, fazer menos aulas de danca e comer uma refeicao quente por dia. 
Perseverante, Andrea acredita na ideia e vai fundo.
Chegando la, hospeda-se na casa de sua mestra Macarena, paga quase todas as despesas com cartao de credito. Ela  conta que quando voltou para o Brasil, levou  um ano para  liquidar a divida. Mas que mesmo assim tudo valeu a pena, e que depois da primeira viagem, sempre que pode volta a Espanha para recarregar as energias. Andrea ainda chegou a pensar em morar na Espanha com a filha, mas logo desistiu da ideia, ao perceber que nao seria possivel administrar sozinha a vida em um pais novo e a criacao da filha sem a ajuda da familia.
Curiosa, tipica de sua personalidade, ainda em Sevilha,  Andrea mergulha fundo em tudo o que esta ligado a Cultura Flamenca, sua paixao. Participa de workshops, vernissages, aulas de danca flamenca e por fim gastronomia.
Carregada de energia e informacao , Andrea deixa a Espanha e volta para o Brasil, onde inicia a colocar em pratica a realizacao do seu sonho, a abertura do '' LA VANGUARDIA ESPACIO FLAMENCO''.
E nesse espaco de  Arte Flamenca Contemporanea  que Andrea promove por 4 anos exposicoes de quadros, esculturas, musica e espetaculos de Flamenco com bailarinos do Rio de Janeiro,Sao Paulo, Parana, Rio Grande do Sul e Brasilia.
Mas depois de passar por 2 assaltos seguidos  e  as dificuldades em administrar o Espaco, Andrea anuncia que deve fechar.
Mas, Andrea continua....
E assim como a Danca, as Artes Plasticas exercem um papel importantissimo na sua vida. Comeca a pintar ainda crianca, influenciada por uma familia composta de artistas. Andrea e uma artista autodidata, mas  buscou aperfeicoamento  nas faculdades de arquitetura e publicidade, alem de ter tomado aulas de pintura com o artista  polones Frank Zupineck, em Brasilia.
Para Andrea, a experiencia de vida no exterior foi fundamental  para seu crescimento como artista. Para ela, viver o dia a dia  em outro contexto cultural enriqueceu sua  capacidade de responder a estetica do Flamenco, sua grande paixao. 


                                                                                   
Video:Exposicao Bailaoras da Artista Andrea Braga





ROBERTA PICHINATTI - SYDNEY- AUSTRALIA


Espirito de aventura foi o que motivou Roberta Pichinatti, 36 anos, a transferir-se de Florianopolis-SC, para Sydney na Australia,em 2008.......Em fase de edicao.Aguardem!!!







08/02/2011

MARIANA LIMEIRA - MIAMI



Mariana Limeira, 41 anos. Mariana deixa o Brasil em 1998 para comecar sua aventura em Miami-USA. La, conhece Lalo com quem tem um filho, Eric. No fim do mes de junho vou estar em Miami,onde vou colher todas as informacoes  desta e de outras historias incriveis!Estarei publicando em breve....

Milos... such a beautiful island!

07/02/2011

A ESTRANHA QUE LEVA O PROPRIO FILHO AO PARQUE.

Criando filhos no exterior.
Diferentemente de tantas maes no Brasil, nos maes que vivemos fora, aprendemos com as proprias maos a educar os filhos. Uma ajuda familiar ou provisoria nos primeiros meses do bebe acontece, mas a realidade e que aqui fora quando se poe um filho no mundo a responsabilidade da criacao e exclusiva dos pais.
Ensinar regras de educacao como dizer por favor e obrigado e basico em qualquer familia.
E com o tempo, voce entende verdadeiramente o que significa e o quao importante sao estas duas palavras.
Levar o proprio filho a um parque na europa por exemplo  e ajuda-lo a se balancar ou subir no escorregador, coisa normal para quem tem um filho, pode se tornar estranho quando este parque fica no Brasil.
Um exercito de babas uniformizadas de branco fazendo o papel de educadora dessas criancas muitas vezes mimadas e mal educadas dominam parques e shoppings.
Nao existe nada mais surreal para mim ver criancas acompanhadas de suas maes e de suas babas a tira colo. Maes, que na maior parte do tempo, nao bastasse a presenca de uma baba, nao desgrudam do celular,estao sempre em movimento...
Nao existe interacao com os filhos.
A impressaao e de que as criancas representam um peso, uma limitacao a propria vida , a diversao...
Ok, um filho e um empenho, mas a vida e feita de empenho, responsabilidade e renuncia.
Aqui na europa as pessoas sao muito conscientes deste papel....um casal quando decide construir uma familia, precisa ter estrutura para isso.Um ser humano definitivamente  nao e uma planta.
A prepotencia e a falta de educacao dessas pessoas reflete na educacao, ou melhor, na tambem falta de educacao dessas criancas.
A justificativa e que essas babas existem porque os pais precisam trabalhar e sem elas a vida se torna impossivel....
Isso tudo e um absurdo total. Aqui fora, as maes tambem trabalham, os filhos vao a escola, ao centro esportivo e ninguem tem empregada domestica a disposicao.
Aqui se paga no minimo € 8 Euros por hora para se ter uma baba. A verdade e que isso eh cultural e um mal costume herdado por nos brasileiros, do tempo dos escravos.
Isso e mentalidade.
Conversar a mesa, fazer programas em familia, isso para muita gente e um pesadelo.
Jantando com um casal um certo dia, escuto a mae dizer: '' vamos comer primeiro como gente,depois nos chamamos as criancas''. Eu fiquei paralisada.
Comer a mesa com os filhos nao e facil!! E um exerciccio de paciencia,mas educar e isso.
Quando vou ao Brasil e vou muitas vezes, levo meus filhos ao parque e vejo somente babas....  me envergonho de ver esse tipo de situacao no Brasil.
As pessoas estao preocupadas em ganhar muito dinheiro e oferecer bens materiais ao filhos....
E tao surreal tudo isso que sou muitas vezes vista como a baba do meu proprio filho e discriminada por isso!!
As pessoas estao perdendo a nocao da normalidade.Por isso que se vende tanta revista de Gossip!!
Hoje uma atriz que leva o filho na praia ou no parque e coisa do outro mundo. E horrivel isso!! e ridiculo!!
E vista como uma estranha que acompanha o proprio filho ao parque!!!
Nao existe esse tipo de mentalidade aqui fora.
Pelo contrario!! Esse tipo de atitude e mal vista. E um claro sinal de pais de terceiro mundo,de desigualdade social.Ter um empregado domestico em casa, cozinhando, lavando e passando roupas, demostra quanta desigualdade social  ainda existe.
Deixar as criancas com os avos ou com as babas para tomar um chopinho na esquina com os amigos nao e um pecado.
Manter um compromisso e demonstracao de carater. Lazer sim, relaxar nao educa.

03/02/2011

OBSERVAR E APRENDER...


Observar tudo e todos. Seguir o instinto .Sozinho tirar as proprias conclusoes e tomar as proprias decisoes, sem ninguem ali para dar uma opiniao contra ou a favor. E assim que se vive no exterior. E e isso que nos faz crescer. Sim,para voce viver bem e se virar no exterior,e necessario falar, mas acima de tudo,observar.
Observar as atitudes,o comportamento e com isso aprender a se situar e saber se comportar em uma  nova realidade.Saber falar ingles a este ponto da situacao e basico,ainda mais quando se vive num pais como a Grecia,onde tudo e ainda mais complicado em termos de linguagem,afinal aqui o alfabeto chamado Ionico, se consiste basicamente em simbolos com formas triangulares,circulos, losangos etccc . E todo um outro universo que precisa ser decifrado.

Ok,e seguir em frente, seguir com naturalidade, como se tudo fosse normal, mas sem deixar de se maravilhar e se surpreender a cada dia. Isso e uma regra basica para se viver bem no exterior.
Aprender a lingua local e espetacular. Sabe o que e voce sentar em um restaurante na Grecia, chamar o Garcon e pedir o cardapio em grego e ele te levar o CATALOGO? Pedir a conta e ele trazer o LOGARISMOS - uma terminologia matematica originada das palvras gregas Logos (razao) e Aritmos (numero) ? Entrar em um elevador e ver que onde esta escrito pessoas, aqui esta escrito ATOMO (indivisivel)?
Desculpa,mas isto e maravilhoso e unico!!!


Platia Esperidon - Glyfada- Athens
 Ter amigos  e procura seguir a vida de forma natural como frequentar restaurantes, festas, parques, escola,....mas procurar se envolver o minimo possivel com os problemas locais, se isso for possivel,claro!! E absorver tudo o que uma nova cultura pode te oferecer. Sabemos que existem problemas em  qualquer lugar do mundo, mas nao seremos nos que iremos resolve-los, ainda mais quando se trata de uma situacao que nao nos compete. Observar e  aprender. Isso e viver bem.
Fazer amigos de diferentes nacionalidades e imprescindivel  e altamente enriquecedor.
Viver no exterior sempre pensando no Brasil nao tem sentido !!!
Se e assim, adeus!!!Volta pro Brasil!!!
E voltar, nem sempre e o desejo de quem esta fora.
Quem se propoe a viver no exterior vai na expectativa de se estabelecer. Pelo menos em teoria e assim, pelo menos por uns bons anos....

PRACA SYNTAGMA - SEDE DO PARLAMENTO GREGO



02/02/2011

DIGNIDADE MUITAS VEZES PERDIDA OU NUNCA OBTIDA.



Por do Sol em Santorini - Grecia

Brasileiros.
Aqui fora existem muitos brasileiros: o estudante,a jornalista que depois de quase 10 anos decide escrever um Blog, os transferidos por empresas multinacionais, as manicures, os baristas, as cabeleireiras,o  acompanhante de idosos, a domestica, a baby sitter, a madame, o funcionario do governo federal, os golpistas, os jogadores de futebol e suas familias, as ''Escorts'' , e muitos muitos outros......
Todos em busca de uma oportunidade, de dinheiro ou de uma nova experiencia de vida.
Diferente dos Estados Unidos, pais que oferece muito mais opcoes de crescimento socio-economico do ponto de vista do imigrante, na Europa a mentalidade nao e bem assim.
A Grecia por exemplo,assim como Italia, Franca e muitos outros paises europeus apresenta muita concorrencia com imigrados do Leste Europeu, da India, da Africa Sub-sahariana e do Norte, da Asia......e o trabalho tende a diminuir , afinal este e um pais que esta em crise pos Boom Economico e que vive praticamente do Turismo, ou seja , primavera-verao e inico do outono.
Eu posso falar inumeras coisas espetaculares deste pais maravilhoso que eh a Grecia,mas agora vou falar de um outro aspecto.
Nestes ultimos anos  vivendo aqui em Atenas , ja conheci muita gente e vi muitas coisas....
Um fenomeno interessante no meio brasileiro acontece tambem por aqui.
O sonho de uma baby sitter brasileira, por exemplo, eh trabalhar para as mulheres dos jogadores de futebol, custe o que custar, afinal uma cozinheira  ou uma baba numa casa dessas pode ganhar  mais que  2 mil euros, com direito a tudo, inclusive viagens, hoteis, museus,parques,shopping e muito muito mais!!! E quem nao quer?
E para tentar conquistar um lugar como este voam se pratos e talheres...Eh ai entao, que voce conhece a verdadeira essencia das pessoas e do que elas sao capazes....
Definitivamente muitas dessas pessoas nao sabe o que significa a palavra dignidade.
Os '' Salvadores de Almas '' assim como suas igrejas, sao onipresentes. Sempre prontos a ''ajudar'' ....sempre  com o intuito de suprir a carencia e a provacao dos ''mais fracos''........Ohhhh!! Quanta hipocrisia!! E quanto dinheiro arrecadado......
Uma amiga que vive nos EUA,ficou sem nada,depois de se entregar nas maos destes 'pastores' e coisas do genero.E uma verdadeira lavagem cerebral.Conhecer o ponto fraco dessas pessoas eh a ''missao'' dessa gente!
Brasileiros sao astutos!
Brasileiros, inclusive eu, por opcao e por cautela, nao  fazem parte de uma comunidade organizada.Nossa!! detesto comunidades organizadas!!Minha experiencia no exterior, minha observacao e minha pesquisa mostra o quanto eh complicada esta convivencia.
Um mundo onde muitas vezes reina falsidade,inveja e grupinhos inuteis com assuntos sem conteudo.
Existe sim muita balela!!
Claro que isto nao eh uma regra, mas eh muito bom estar atento.E isso eh um comportamento infelizmente comum que acontece tambem na America  e no resto da Europa. Existe ''competicao'' grande no trabalho e falta de confianca explicita entre as pessoas.
Uma prova disto? Basta voce pesquisar junto as Embaixadas do Brasil espalhadas pelo mundo.Nao existe um numero oficial nem grupos organizados de Brasileiros.Nao existe cooperacao.Existe uma tentativa de organizacao..uma tentativa!!!
Apesar deste individualismo, brasileiros sao razoavelmente respeitados na Europa pelo seu carater pacifico, qualidade valiosa em tempos de terrorismo.
Com o crescimento economico e a visibilidade do pais devido a Copa de 2014 e as Olimpiadas de 2016,o Brasil comeca a se destacar nao mais como um pais emergente como China e India,mas uma pais com grande capacidade de mudanca tambem social.
Eh isso que se espera de um pais como o nosso. Educacao e Consciencia Social.A importancia de ser cidadao ,de seus deveres e suas obrigacoes.
Goreth Lopes.

START...........G.Lopes

Ola!!!
Depois de algum tempo amadurecendo a ideia de criar um Blog pensei que seria interessante contar a historia de vida de brasileiros e estrangeiros que trocaram seus paises de origem para viver no exterior, seja na Europa, Estados Unidos, Canada, Australia e tantos outros. Assim como eu, os motivos que levam uma pessoa a arriscar e comecar uma nova vida em um novo pais sao variados...Trabalho, estudo, um amor......Historias de vida recheadas de emocao. Alegrias, tristezas, saudade, decepcao e esperanca.
Sou Jornalista, tenho 41 anos, casada com um Italiano, mae de um casal de filhos.Vivo na Europa ha quase 10 anos. Atualmente vivo em Atenas, na Grecia....

Acropolis - Atenas -Grecia
Na Italia vivi por 5 anos, divididos entre a cidade de  Palermo na Sicilia e Roma.
Tudo comeca em 2001, aos 32 anos, quando decido passar ferias em Roma a convite de uma prima que mora na cidade eterna. Deixo meus trabalhos em jornalismo e radio para tras e mergulho na organizacao da viagem que mudaria  sensivelmente o sentido da minha vida. Compro minha passagem aerea com desconto na agencia de viagem de propriedade de uma amiga em Brasilia, a Viana Turismo.
Patricia me faz um belo desconto e saio de la com as passagens da companhia Alitalia e KLM. Marco minha viagem para o dia 23 de julho de 2001, um dia antes do meu aniversario, afinal esta decidido que quero chegar em Roma e ver o Coliseo no dia 24.
Malas prontas, almoco de despedida e boa sorte com direito a Spaghetti a Carbonara preparado por Ivanilde, uma mulher de personalidade marcante, leonina como eu, mae de uma grandissima amiga, tambem de igual valor.E la vou eu rumo a cidade eterna.....sem preocupacao....so uma grande vontade de curtir o verao europeu.
Um detalhe que quero ressaltar para quem ainda nao teve o privilegio de ver realizado um sonho:
QUERER EH PODER SIM!!. 
Quando uma pessoa deseja muito a realizacao de algo e se concentra neste proposito, este se realiza !!! Disto, eu sou segura!!!  Nao sou nenhuma divindidade,  mas a minha vida e cheia de episodios assim. E e preciso tomar muito cuidado porque assim como voce deseja, a responsabilidade tambem e sua.

Coliseu - Roma- Italia
Ok, chego em Roma feliz e incredula, e claro,com o coracao aberto, na expectativa que esta viagem tenha um significado positivo e extraordinario..... afinal eu sou o tipo de pessoa que acredita que veio para este mundo para ser feliz. Ainda nao sei em que consiste esta mudanca, mas tudo comeca com um encontro.
Minha prima que me hospeda em sua casa , eu e Adolfo meu querido amigo arquiteto de SP, que na epoca vivia em Roma e hoje vive em Lisboa, vamos ao movimentado restaurante e pizzaria La Scala, no coracao de Trastevere,  bairro tradicionamente frequentado por artistas e intelectuais de Roma. Logo depois chega aquele que se tornaria meu futuro marido e pai dos meus dois filhos e diz:.......
Ciao Ciao, Buona Sera!!
Ou seja: Ola, Boa Noite!!
Eh um amigo de minha prima... Senta-se conosco a mesa, somos apresentados e basta.
Nao vejo nada demais naquela pessoa, a parte a educacao e a gentileza que so um homem italiano pode ter.
Um copo de vinho aqui e outro ali, estou no paraiso... mas fico chocada quando pedimos as pizzas e vejo que italianos comem  uma pizza grande sozinhos e eu apenas um misero triangulo...nao falo uma palavra de italiano, afinal estou ali ha apenas 3 dias, mas me divirto com o vai e vem e a alegria e gritaria dos italianos.Italianos nao falam, eles gritam,gesticulam...!!
Uma conversa la e outra ca..... e aquele que no caso se tornaria meu futuro marido se oferece  para me acompanhar e mostrar Roma.
E obviamente aceito.
Quem nao aceitaria conhecer Roma com um romano e ainda mais a bordo de uma bela 'scooter'  bem no estilo do filme ''Vacanza Romana''?
E fomos os dois rodar a cidade sem compromisso com nada, so com o divertimento.... passeios pelas ruas estreitas de Roma, bares, restaurantes, gelaterias, cinema, amigos..etc...
Italianos sao sedutores por natureza. Te oferecem rosas, olham sempre bem dentro dos teus olhos, dizem a todo momento que somos 'bellas'....... e por ai vai....E qual mulher nao gosta disto?
As unicas coisas que fiz naquele periodo de ferias em Roma foi: comer, beber e amar. Bem no estilo do filme protagonizado recentemente pela atriz Julia Roberts.
Resolvo entao, apenas gozar aquilo que a vida tem de melhor e me permitir tudo isso,afinal eu mereco.
Boa companhia, viagens a lugares maravilhosos...risadas...novos amigos, novas ideias, uma diaria num Spa na Toscana,  Passeio de barco ate Isola dei Conigli em Lampedusa, uma noite em um antigo Castelo Medieval transformado em Hotel em Cefalu  tambem na Sicilia.... comida magnifica, mergulho no Mar Mediterraneo todos os dias,bons vinhos e principalmente bons Proseccos!!! Ai ai ai. Nao existe nada melhor que um bom aperitivo com espumante italiano bem geladinho e pistaches!!! A vida e bem mais bela com uma taca de prosecco na mao!!! Que pecato bom!!! 
E Roma....Continuamos a passear por Roma um vai e vem louco de moto, trem, aviao....., mas so como AMIGOS!! Sim, pelo menos umas 2 semanas so como amigosssssssss!!! Mas depois de um prosecco ali e outro la, a carne e fraca e me concedo uma bela noite de amor.
Ok, nada de tao especial assim! E agora?
E agora?
O que posso dizer e que mesmo nao sentindo nada de tao espetacular por aquela pessoa, olhava  e via que minha vida estava para mudar ali, naquele instante!!! Nao sei bem, mas sintia que algo grande e bem alem das minhas expectativas estava para acontecer.

Goreth e Martina - Trastevere- Roma
Ok, volto para o Brasil, mais precisamente Brasilia, minha cidade, depois de 3 meses passeando pela Italia e Franca. Retomo minha vida de trabalho, afinal tenho uma conta de cartao de credito infinita para pagar.Me visto como uma Jornalista ,escova no cabelo, unhas perfeitas, tudo como manda o figurino e vou ao trabalho...Ok, mas preciso deixar tudo outra vez pra retornar a Italia.
Motivo: Vamos ter um bebe!!!!
Sim, foi um susto, afinal nao imaginei que tudo pudesse chegar a este ponto... Mas de uma coisa eu sabia bem , que quando sai do Brasil rumo a Italia com o coracao aberto as mudancas, elas vieram e vieram para valer..A noticia foi recebida com muita surpresa por todos,afinal, aquela coisa grandiosa estava comecando a tomar forma. Minha familia, apesar do susto esteve sempre do meu lado me dando muito amor. Meu futuro marido era surpreso, mas explodia de felicidade....
Eu, sempre preocupada preocupada preocupada.......
Sofri nos primeiros meses da gravidez, afinal aquilo tudo me parecia surreal.
Tudo novo, gravidez inesperada.....marido novo...ui!!
Mas tudo passou com a chegada do meu anjo...
Nossa linda filha nasce no Brasil em 2002 e aos 3 meses do seu nascimento retornamos todos definitivamente para a Italia,comecar ali uma nova vida.
Nos tres primeiros anos a adptacao foi digamos bem dificil.
Eu tinha a impressao que tudo tinha parado em minha volta. Tudo mudou.... O pais, o clima,.... as pessoas eram diferentes.Tudo era difrente....
Vivi em silencio por muito tempo.
Aprendi o auto-conhecimento.
Cresci muito como pessoa vivendo assim..
Mudei e cresci muito. Escutei e escuto muito....Acho que eh por isso que hoje nao suporto quando as pessoas abrem a boca para se lamentar de bobagens ou para  falar coisas inuteis.
Nao tive depressao  porque combati muito..
Meu marido esteve sempre presente e minha filha estava ali,  precisava de mim e eu era consciente da minha responsabilidade.
Meu mecanismo de  defesa contra a tristeza eh a musica.
Musica, musica, musica!!Eu nao teria suportado a mudanca sem a musica. ...Ali esta toda a sua vida. Felicidade, tristeza, lembranca de tudo.....Chorei muito escutando minhas musicas...muita saudade.....Mas nao dava mais para voltar atras.Nao dava mais!!
Eu pensava: agora eh seguir em frente e ser forte, afinal tem muita gente em jogo.Nao se brinca com o sentimento alheio. E mais, existe um proposito: aquele de construir um amor, uma vida, uma familia.E nos queriamos!!
Nao se pode desistir de um  projeto de vida por causa de problemas.Estes se resolvem. Ja sao quase 10 anos e neste intervalo nasceu tambem meu filho que hoje tem 4 anos.

Marien Platz - Munique - Alemanha
Se abrir para um novo mundo,uma nova experiencia, nos enriquece como ser humano.Nos torna mais tolerantes.Nos faz crescer. Meus filhos falam 04 linguas: portugues, italiano, ingles e grego.
Tudo isso so tem sido possivel  porque meu marido,
 grande companheiro e amigo e eu,  estamos abertos e dispostos a viver uma realidade de bem estar, viagens, mas tambem de sacrificios e renuncia.
A vida tem passado com certa tranquilidade durante esses anos,mas confesso que muitas vezes tenho minhas crises existenciais proprias de quem mora longe do proprio pais, dos amigos, da familia etc. Proprio de quem deixou tudo para tras para viver uma nova vida. Deixar a carreira, a familia e os amigos para se dedicar quase que exclusivamente a familia eh muito serio. Precisa ter condicoes financeiras e psicologicas para isto. Estar equilibrado para manter a harmonia familiar, sem culpar o outro e fundamental. Poder estar com os filhos, ve-los crescer, aprender e observar o dia a dia, poder viajar, conhecer e pessoas de outras culturas.......Tudo isso eh um privilegio e eu aprecio muito.
Escrever um blog  eh um modo  de comunicacao novo. Vou continuar a trabalhar neste projeto. Ainda pretendo viver em outros paises, conhecer outras culturas e outras historias.
Espero que goste do blog.Vou estar atualizando sempre.Estarei escrevendo sobre pessoas e lugares . Se quiser mandar a sua historia podemos publica-la aqui.
Um abraco,
Goreth Lopes




.

PATRICIA TRICKETT- Artista Plastica na Grecia

Patricia Trickett a direita da foto e eu.
Patricia Trickett, 35 anos,a direita da foto...Aos 16 anos ganha uma bolsa  de estudos e trabalho em um Banco Suico.....Se transfere de Sao Paulo para Lugano, divisa da Italia com a Suica.....alguns anos depois  vai  para Londres onde conhece...........Atualmente vive em Atenas, Grecia com o marido ingles e um casal de filhos. Publicarei a historia completa logo logo..Ate....

01/02/2011

ADOLFO FERRERO - Arquiteto paulista,cidadao do Mundo.

Logo estarei publicando a historia de Adolfo Ferrero...Italia, Franca ou Portugal.....Onde vive,o que faz Adolfo? Logo logo vc vai sabe um pouco da historia dele....