11/05/2011

BRASIL...ALTO CUSTO DE VIDA - Vida e Reflexao...

Querido leitor e vistante,

Ainda nao estou me dedicando 100 por cento ao blog com novas historias e noticias,massssssss estou antenada.....por isso, quero aproveitar o gancho da materia de capa da Revista Exame, publicada esta semana no Brasil, entitulada - O Consumidor no Vermelho - para relembrar um antigo post que publiquei aqui ha alguns meses.....

O lead da materia comeca dizendo que - " A maioria dos Brasileiros nao sabe quanto paga de juros.Metade nao consegue poupar para comprar a vista.Num momento em que os consumidores estao mais endividados do que nunca,fica a pergunta: essa postura pode por em risco a economia?



O que eu sei a respeito de Brasil e que esta tudo muito caro, as pessoas gastam muito,usam o caratao de credito para tudo e nao pagam nada a vista!! Isso pode virar uma bola de neve inacreditavel, com consequencias graves nao so a Economia, que esta parece coisa muito distante das nossas vidas normais,digo do bolso messsssssmo, aquele real,do fim do mes.
Nao sou economista para dar licao de matematica, estatistica etc....mas dou muito valor ao dinheiro que entra no meu bolso a cada fim do mes e estou muito atenta a tudo que acontece....
Estou muito atenta ate porque vivo na europa ha 10 anos...ja passei pela Italia,estou na Grecia QUEBRADA, e exatamente por isso que me interesso por esta questao ....
Um dos motivos da falencia do estado grego e sua populacao foram inumeros...incapacidade de gestao,corrupcao e incentivo a populacao ao consumo desenfreado...Hoje,os patios estao cheios de carros e barcos de luxo,casas abandonadas,lojas fechadas...O povo? O povo que paga!! paga com medidas de austeridade...desemprego,arrocho do salario,sub-emprego e muito mais.
E eu estou falando de Europa!!! Onde,apesar da crise, voce ainda tem seus direitos de cidadao razoavelmente respeitados, como saude, educacao e seguranca publica.
O Brasil esta passando por uma fase de otimismo desmisurado e isso e bom,mas deve ser visto com cautela....
E natural que o pais passe por essa fase, afinal todos os paises viveram,vivem ou viverao suas fases de ascensao e declinio...basta ler os livros de historia....Mas dar o passo maior que a perna pode trazer graves consequencias.....
Por isso e bom ficar atento!!
Tenho dois posts...BRASIL-ALTO CUSTO DE VIDA-VIDA E REFLEXAO logo abaixo. No Arquivo tem BRASIL-UM PAIS MUITO CARO.

Goreth Lopes.....
Estou segunda-feira no supermercado em Atenas, e encontro uma amiga grego-brasileira que diz:
Tudo bem? Como foi a Pascoa......
Papo vai , papo vem e ela me faz a pergunta fatidica:
E ai, vai pro Brasil no meio do ano?
Respondo imediatamente: Ce ta louca!!!O Brasil ta caro demais!!!Estive em janeiro e to chocada. Povavelmente irei ao Rio em dezembro,mas ainda eh cedo para saber...
E ela insiste: mas voce nao tem desconto nas passagens aereas?
Sim, mas mesmo tendo desconto nos bilhetes aereos respondo que nao eh possivel!!
Tudo se paga no Brasil!!Tudo!!
Volto de la sempre com a corda no pescoco!!!
E isso nao eh bom. Se passa do picole de praia de ma qualidade a R$ 1,00 ao sorvete ''italiano'' a R$ 12 reais,duas bolas....por exemplo.
Alias essa historia de ''bolas de sorvete'' eh algo que me irrita muito, principalmente depois que voce conhece o metodo italiano de servir um sorvete.Para quem nao sabe, na Italia,voce precisa praticamente implorar para o atendende parar de colocar sorvete nas sua casquinha!!!
Parece bobagem mas faz a diferenca!!!
Voce paga X e  sorvete!! pronto!! Nao tem essa noia de ficar perguntando quantas bolas??
Esse eh o tipo de mesquinharia-malandragem que os comerciantes fazem achando que vao levar vantagem com essa historia de bolas....E terrivel.
Para se ter seguranca e qualidade nos servicos se paga uma coisa alucinante!!
Comeco a confirmar que o Brasil eh mesmo um pais para poucos.E isto eh apenas o comeco pelo que vejo...
Ok, o Brasil eh um pais em desenvolvimento, em crescimento...Boom economico....
Mas constatar que qualidade eh so para quem eh ''rico'' e ganha salarios astronomicos.. ai eu te digo que realmente eh terrivel.
Ai  estah a exclusao!! E esse preco eu nao estou disposta a pagar!! O preco do luxo num pais em desenvolvimento.
Eh bem mais que absurdo,eh feio mesmo.
Mais uma vez a ganancia e a malandragem predominam quando o assunto eh o preco. E com dois mega eventos pela frente no Brasil entao, te digo: tchau!!!
Aqui na europa nao eh o paraiso.
Existe crise economica, desemprego, imigracao  e muitos outros problemas que o Brasil AINDA na tem,mas uma familia com dois filhos pode viver bem com 4 mil euros,cerca de 7 mil reais. Disso eu sou segura.
Bem diferentes dos 20 mil reais do Brasil,segundo relato de um amigo de Brasilia e dos 30 mil segundo uma brasileira de Belo Horizonte que conheci recentemente. 
Fico chocada com esses valores e me pergunto se um dia terei condicoes de viver no Brasil de novo.Eh essa a realidade monetaria para se ter acesso as necissidades basicas e viver dignamente no pais?

Ok, todo mundo passa dos limites, paga debitos pendentes,mas aqui com 4 mil euros, no final das contas o resultado se traduz em  qualidade de vida,seguranca, servicos razoaveis sem pesar tanto no bolso,etc...
No Brasil, sem um super salario e no minimo dois cartoes de credito eh impossivel viver.....
Eh uma loucura consumista inacreditavel.....
Vejo uma frenesia absurda...sapatos de D&G que passam dos 2 mil reais em shoppings de ''alto nivel''.
Um consumismo absurdo de bolsas,roupas carissimas,....estresse....aparencia a qualquer custo!!!
Isso eh o tipo de atitude que nao entendo quando chego no Brasil....a necessidade que muitas pessoas tem em demostrar um bom padrao de vida, enquanto a maioria da populacao ainda esta bem longe do ''sucesso'', e quando digo sucesso digo longe de ter qualidade nos servicos basicos e essenciais!!!Afinal, uma pessoa inteligente so vai pensar no superfluo depois que se tem o basico,quero acreditar!!!
Mas nao eh assim, a vaidade esta acima de tudo, afinal para quem antes nao podia nem entrar num shopping e hoje sai de la com cinco mil sacolas, eh sinal de bem estar sim!!! E voila o cartao de credito e as dividas!!! Eh um ciclo horrivel de ansiedade e faturas para pagar.....
Outro dia fui criticada por uma pessoa querida que disse que le em minhas palavras revolta, amargura .....
Nao compartilho dessa afirmacao.
Nao eh amargura, nem despeito,nem revolta...Eh apenas a reflexao de uma pessoa que vive ha quase 10 anos fora e ve o Brasil por uma outra perspectiva....
A reflexao de uma pessoa que sabe que uma bolsa ou um tenis de qualidade nao pode custar mais que 100 euros!!
Que um restaurante com vista espetacular , onde se come peixe e frutos do mar regado a bons vinhos nao pode sair nunca mais que 60 euros por pessoa ....
Que entrar com 200 euros numa loja Zara, H&M e lojas do genero quer dizer sair com uma sacola cheia de roupas para um casal de filhos enfrentarem o verao por exemplo.....
E eh por isso que sempre bato nessa tecla dos precos absurdos, dos maus servicos, da ganancia....
As coisas tem o seu real valor!!! E nao estou falando de chinesada nao!!
Mas percebo que tem  gente que se incomoda dizendo que sou pessimista,que virei europeia,chata..etc....
A impressao que da eh nao se pode falar mal do Brasil. O discurso aceito tem que ser sempre positivo do tipo:... Que o Brasil ta bombando, ta show...
Nossa, falar mal do Brasil nem pensar!!!
E eu continuo a observar e comparar a qualidade de vida e os servicos prestados se estao ou nao compativeis com os precos oferecidos... 
Nao sou chata nem pessimista, o que acontece eh que aqui quando ligamos a TV, se fala de realidade e nao de novela e aparencia.Essa eh a diferenca. Se discute sobre a escola,a universidade,os transportes  e  saude publica como meta prioritaria......
No Brasil tudo eh privado.Saude, educacao,servicos basicos...tudo!! Tudo pago pelo contribuinte bonitinho.
Impensavel para um europeu!!!
De certo modo eu virei meio europeia: Bom para meu senso critico e civico,pessimo quando vejo de fora o meu pais.
Ninguem no Brasil vai pra rua lutar pela melhora na qualidade da escola publica, talvez so quatro gatos pingados da periferia.....Todos pagam escola particular e plano de saude privado. Eh uma inversao de valores inacreditavel!!!
E so depois que se vive no exterior, percebe-se o quao errado eh o sistema no Brasil.
Como disse outro dia numa entrevista um professor da rede publica de ensino do RJ, depois da tragedia de Realengo-'' O Projeto Escola Publica no Brasil e propositalmente feito para NAO dar certo.''
E deve ser bem verdade mesmo,visto que os donos das escolas particulares do Brasil sao os politicos-empresarios.
E depois todos que pagaram e estudaram nas escolas particulares querem usufruir da universidade publica.E  quem estudou na escola publica de ma qualidade vai para pagar e estudar nas universidades particulares. Uma inversao de valore e um esquema de ganahar dinheiro de fazer inveja a Mafia italiana.Pode uma coisa dessas?
Aqui tem ricos, milionarios e bilionarios...basta caminhar pela ruas e ver, mas nao existe o miseravel,a violencia que a falta de igualdade social gera...E eh este o ponto.

Bom, voltando a falar de precos e servicos.......
Vou dar  so dois  exemplos de mal servico que vivi este ano no Brasil e que me deixaram indignada,sem falar no meu marido, que normalmente nao abre a boca para falar mal do Brasil,mesmo vendo os absurdos.
Estive em janeiro em Natal-RN, onde passei o Ano Novo.
Meu marido, que chegou um dia antes na cidade,proveniente de Roma, eh estrangeiro (presa ainda mais facil para a cretinice), vai ao restaurante Mazzano,dito um dos melhores da cidade e reserva uma noite com all incluse para mim, meus dois filhos e meus pais,que chegariamos no proprio dia 31/12, a  tarde,no voo que saia de Brasilia.
O responsavel pela noite de reveillon do restaurante diz a meu marido que a noite custara Mil e duzentos reais e que esta incluido jantar,vinho,champagne,dessert e um show de musica ao vivo....uma verdadeira festa!!!
Meu marido, afim de nos fazer uma surpresa, e acostumado a ser bem atendido e a conviver com gente honesta,  reserva uma  bela mesa e paga!!!!
SIM, paga 200 reais por pessoa, ate as criancas de 4 e 8 anos que nao consomem nada pagaram o mesmo,sem nenhum descontinho.
Ali ja fica claro que se aproveitaram do ''gringo''.
Ok, chegamos no restaurante,boa aparencia!! So aparencia!!
O buffet,uma porcaria!! Melhor um self-service de shopping center sem duvida!!
Estou na mesa, chamo o garcon e peco um vinho branco,obvio!
Eh verao, faz calor voce quer se refrescar com um bom vinho branco ou prosecco fresco. 
Este reponde que so tem tinto!
Em pleno verao de 40 graus na cabeca,vinho tinto? ??? Incrivel!!
Mesmo incredula,ja notando que as coisas nao estao funcionando como deveriam, aceito!
Comeca ai uma sucessiva falta de nocoes basicas.......
E olha, que pelo meu tom de escrever,nao parece mas sou uma pessoa muito relax,simples,nao sou por nada uma snob,me adapto a qualquer coisa, masssssssssssssssssss sei o que eh BOM  e sei como eh ser tratada de maneira correta!!!
Quando este garcon chega na nossa mesa com uma TACA de vinho individual e nao uma garrafa como se espera de um servico de reveillon num dos melhores restaurantes da city - alias, nao precisa nem ser o melhor- ai nao acredito realmente!!!
Pergunto: cade a garrafa de vinho?
O garcon responde: Eh na taca.
UMA TACA DE VINHO TINTO  INDIVIDUAL NUMA MESA COMPOSTA POR 4 ADULTOS E DUAS CRIANCAS? incrivel!!
Tudo errado.Os garcons totalmente despreparados!!
Um exemplo grotesco?
Pedi uma colher para meu filho,uma simples colher....demorou um seculo....tive que levantar da mesa e buscar. Uma outra TACA de vinho tinto individual, pode-se imaginar quanto tempo levou, nao? Uma eternidade.
E o ser humano nao pode gritar e reclamar um servico desses?!!? E ruim hein??!!!
E todo mundo estava la, sentadinho, arrumadinho, quietinho pagando caro e tomando vinho tinto,num taca individual a cada 40 minutos!!!
Neste dia de reveillon ,meu pai estava muito, muito gripado e fraco....foi ao restaurante so para nos agradar e procurar passar uma noite legal em familia,  e afinal de contas ja estava tudo pago mesmo!!!
Por esse motivo,eu  nao quis criar um escandalo.Mas fiquei indignada com a pessima qualidade e com a propaganda enganosa que foi o jantar.
Nada do que foi prometido foi cumprido.
A tal mesa de doces so depois da meia noite....como se faz com as criancas que acabam de jantar e querem comer um docinho? Tem que esperar ate depois da meia noite?
E a musica? Cade a musica? cade o show ao vivo? Tudo isso acontecendo e nem uma musica sequer para alegrar o ambiente? fala serio!!!
Um restaurante que promove um Reveillon ao preco de mil e duzentos reais??
Procuro ser ressarcida , e nao posso porque segundo o gerente a conta  foi  paga no cartao de credito internacional do meu marido e a transacao ja foi feita etc e tal...!!! Volto no outro dia ao restaurante, mas esta fechado.Dai no fim, voce fica indignado e vai tentar curtir as ferias.......num lugar sossegado e mais barato TALVEZ...........................................
O que quero dizer eh que um pais que nao tem preparo para oferecer servicos de qualidade nao pode cobrar valores dessa natureza e nao pode tratar o consumidor como se fosse um imbecil!!! nao existe arvore de dinheiro plantada no fundo do quintal e muito alem disso, as pessoas merecem ser tratadas com respeito.
Eh claro que existem excecoes e eu sei, mas regra deve prevalecer.

Muita coisa aconteceu depois...fui conhecer SAO MIGUEL DO GOSTOSO-RN a cerca 100km de Natal.
Um lugar lindo amei!!! penso ate em comprar um terreno por la,mas para chegar ate la.......
Aluguel de um carro basico? 110 reais. Aqui na Grecia,25 euros!!
Parecia que estava em IBIZA...4 crepes inacreditaveis e 4 sucos de caju, uma caipirosca (de caju) fruta que cai a casa milesimo de segundo no chao do nordeste,por 120 reais!! E mole? E ainda vieram cobrar os 10 por cento do servico!! kkkkkkkkkkk
Uma amiga que estava conosco,acostumadissima a viajar pelo mundo a trabalho e lazer, disse um NAO na lata do atendente!!!!
E quando eu reclamava, os proprietarios nao so faziam cara de TO NEM AI,  como os meus proprios co-nacionais.
Eu nao sou de fazer ''barraco'' escandalos...falar alto....Mas bastava uma reclamacao e todo mundo a te olhar!!!Olhar mal!!! rsrsrrs.......E mole?
Pensei comigo:gente,mas o povo ta satisfeito e disposto a pagar por este tipo de servivo e ficar por isso mesmo??!!!
Sim, ouvi coisa do tipo: Europeu nao pode mais vir ao Brasil nao!!!!Com tom de ironia...tipo nao precisamos dos europeus sem dinheiro ou coisa do genero.

E eu Brasileirissima respondi: Amore mio, o mundo eh grande e tem muitos lugares lindos para se visitar nessa terra, com custo e servico de alto nivel,equivalente a precos como o Brasil Caro!! Europeus podem ate nao viajar mais com frequencia para o Brasil, mas por uma razao simples: qualidade baixa e preco alto.E isso eles sabem muito bem o que quer dizer.

O Brasil deve mesmo apontar para o turismo interno. Percebei muita gente viajando pelo Brasil e eh muito bom para o pais, eh sinal de crescimento,mas para se tornar potencia, e  pra tirar onda ainda vai demorar um pouquinho...e preciso humildade e capacidade para aprender com quem tem a ensinar, e isso nao quer dizer abaixar as calcas!!!
Mas a culpa nao eh so dos cidadaos, esses sao as vitimas maiores, sem claro responsabilizar cada um por seu papel,obviamente .A culpa eh dos governantes que nunca investiram em mao de obra qualificada,educacao etc....Basta ligara Tv e ver o desespero do pais com falta de mao de obra qualificada.
O Brasil eleitista que formou milhoes de pessoas em faculdades e universidades e discriminou o ensino Tecnico, coisa que nao acontece nos paises da Europa ,por exemplo.  
Basta comparar com paises como Coreia do Sul e India.Paises que estao na mesma escala  de crescimento ECONOMICO do Brasil, mas com uma grande diferenca.Paises que ha 20 anos nao deixaram o trem passar e deram prioridade para a educacao da populacao em todos os niveis. Eh so ver os numeros. 90% da populacao coreana tem nivel superior completo.Nao precisa dizer mais nada....ate o proximo post!!
Nao creio que eu va viver toda a minha vida aqui na Europa ou seja la onde for,mas seeeeeeeeee por acaso eu voltar para o meu pais ( Brasil ) pretendo dele, boa qualidade nos servicos.
Eu amo meu pais e voltarei muitissimas vezes,mas isso nao quer dizer que nao o critique pelo simples fato de viver no exterior.Eh exatamente esse o meu papel,o objetivo do meu BLOG,contar aspectos da vida  tendo como contra-ponto o Brasil e os outros paises.
Criticas devem ser feitas abertamente e nao somente numa rodinha de amigos na mesa de um bar.
Ti saluto!!
Goreth Lopes
ABAIXO PUBLICO OUTRO POST QUE FALA SOBRE O ALTO CUSTO DE VIDA NO BRASIL
.
Data: 18/02/2010
Vânia Serafin, 28 anos, chegou no início de janeiro ao Brasil para um estágio de oito meses e procura um lugar para viver na região da Avenida Paulista, em São Paulo. Ela reclama que há poucas opções e está assustada com os preços. Só conseguiu flats por cerca de R$ 1,7 mil. Vânia conta que em Lisboa é possível dividir um apartamento com um amigo – numa boa região, com quarto separado e contas incluídas – por 200 euros, cerca de R$ 500.
A experiência da publicitária portuguesa está longe de ser exceção. Estrangeiros que chegam ao País e brasileiros que vivem no exterior sentem no bolso o “preço do sucesso” brasileiro. Queridinho da vez dos mercados internacionais e uma das primeiras economias a sair da crise, o Brasil está na moda e cada vez mais caro.
O índice Big Mac, criado pela revista The Economist e uma das medidas mais conhecidas de comparação de preços entre países, demonstra isso. O sanduíche do McDonald’s está custando US$ 4,02 no Brasil, mais caro que nos Estados Unidos (US$ 3,57), no México (US$ 2,39) e na Argentina (US$ 3,0). Só perde para os US$ 4,62 cobrados na Europa.
Um levantamento da consultoria Euromonitor, feita a pedido do jornal O Estado de S.Paulo, detectou que os preços de vários produtos no País estão entre os mais altos. O quilo de iogurte custa US$ 2,9 no Brasil, o mesmo que na França. O quilo de comida de bebê fica em US$ 12,3, comparado com US$ 8,1 no Reino Unido. E o papel higiênico brasileiro está entre os mais caros do mundo: US$ 4,4 o quilo, ante US$ 3,3 nos EUA e US$ 3,8 na França.
A consultoria cruzou os dados de tamanho do mercado pelo volume vendido e encontrou um custo médio. No Brasil, a classe C cresceu e ganhou das empresas lançamentos específicos, mais baratos, o que reduz o preço médio. Ainda assim, a comparação com os valores praticados nos países da Europa e nos EUA não favorece o País.
A diferença de custo de vida chama mais a atenção da parcela da população brasileira que viaja ou até vive no exterior. Priscilla Raunaimer Carneiro, 32 anos, mora no sul da Itália com o marido, Fillipo. O casal tem uma loja de produtos brasileiros. Compraram recentemente um sofá-cama por 200 euros (R$ 500). No site de uma da grande varejistas de móveis de São Paulo, um sofá-cama custava R$ 1,6 mil na sexta-feira. “No Brasil, não tem a opção de comprar móveis de boa qualidade e gastar pouco”, disse Priscilla.
Segundo o economista do JP Morgan, Júlio Callegari, as pessoas estão percebendo intuitivamente os efeitos da valorização da moeda brasileira. Uma série do Banco Central (BC) – que compara o real com as moedas dos parceiros comerciais – aponta que o câmbio, descontada a inflação, está 1,7% acima do que valia em novembro de 2008, antes da crise. Por esse critério, o real está 20% acima da média histórica (desde 1988) e apenas 4,4% abaixo de dezembro de 1998 – último mês de câmbio fixo do Plano Real.
Mas não é apenas o fator cambial que explica as diferenças de preço. No Brasil, os consumidores estão confiantes e a demanda segue forte, enquanto outros países enfrentam recessão. O mercado imobiliário é um caso exemplar. Foi nesse setor que começou a bolha nos EUA, mas o Brasil, particularmente São Paulo, ainda experimenta um “boom”.
Quem vive fora do País também reclama das despesas do dia a dia por aqui. Dizem que não existem “lojas de desconto”, que são comuns no exterior, e que os produtos importados e de marca custam “caríssimo”. Vânia comprou em Portugal um relógio Swatch por 80 euros (cerca de R$ 200) e viu o mesmo produto aqui por R$ 480. “Só tenho roupas da Zara e me disseram que é quase uma loja de luxo no Brasil”, disse.
Alguns serviços também podem ser um problema – embora ainda seja muito mais barato contratar uma babá, uma faxineira ou ir à manicure no Brasil. Alexandre Castello Branco, 34 anos, é supervisor de auditoria da PriceWaterHouse&Coopers, em São Francisco, nos EUA, e esteve no Brasil em agosto de 2009. Ele reclama que gastava mais de R$ 70 para sair para jantar em São Paulo. “Não custa mais que R$ 35 em lugares do mesmo padrão em São Francisco”, disse. A alimentação fora de casa foi um dos itens que mais subiu no Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) no ano passado. A jornalista Rachel Verano trabalha como freelancer, viveu na Europa e passou o último ano viajando com o marido pela Ásia. Apaixonada por mergulho, ela conta que visitou os melhores lugares do continente e garante que não gastou mais de 70 euros em cada passeio, cerca de R$ 180.
De férias no Brasil, foi mergulhar em Fernando de Noronha e pagou R$ 300. “Fiquei chocada. O custo de vida no Brasil está igual ou mais caro que na Europa.” Pelo menos pelas sandálias Havaianas os brasileiros continuam pagando menos que os gringos. Priscilla compra por R$ 10 o par no centro de São Paulo e vende na sua loja na Itália pelo equivalente a R$ 50.