21/02/2011

MITOS E VERDADES SOBRE VOLTAR PARA O BRASIL......



Meu blog tem como pretensao contar a vida de brasileiros e estrangeiros que vivem no exterior, mas nao pode  deixar de abordar assuntos relevantes que interessam a este publico como o BOOM economico que avanca no Brasil, afinal nao se fala  em outra coisa, basta ligar a TV ou a internet. 
Esta e uma otima noticia para os brasileiros que nao precisam mais ter como objetivo de vida emigar para ''garantir'' um emprego  ou uma melhor qualidade de vida. Para os que estao fora, resta discutir e analisar a situacao e pensar sobre um possivel retorno ao pais.
No entanto, toda mudanca tem um preco e e necessario saber se todos estao dispostos a pagar.
Voltar para o Brasil a partir de agora, envolve varios fatores, entre eles a qualidade de vida e o que isto significa para quem ja esta fora.
Se qualidade de vida para quem pensa em voltar e ficar perto da familia por exemplo, entao a re-adaptacao pode ser de praticamente 100 por cento. Mas, para quem conhece a realidade de se viver fora, chegar no Brasl hoje, significa ter um grande impacto no que diz respeito ao custo de vida.
Segundo dados da Coordenadoria de Indices de Precos o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatisticas - IBGE, a tendencia da inflacao e continuar crescendo em relacao a alimentos.
Artigos como roupas, sapatos e eletronicos tambem nao ficam de fora e sao considerados infinitamente mais caros no Brasil. Seguranca,transporte,moradia, salarios e lazer tambem pesam.
Quem sai de uma realidade onde por exemplo as criancas estudam em escolas publicas de boa qualidade e a saude tambem fica por conta do governo, pode levar um susto ao ter que  matricular os filhos em escolas particulares que podem passar dos Mil Reais e ter ainda que pagar um plano de saude privado para toda a familia!
O importante para quem pensa em voltar para o Brasil e fazer um planejamento e analisar os pros e contras.
Nao comparar estilos de vida e ter paciencia e fundamental.

Por favor clique no link e ouca a entrevista.
Texto:Goreth Lopes
Video:Uol,economia.